E você achou que nesse blog só ia ter texto profundo? Ledo engano. Sempre que posso arranjar uma desculpa para fazer listas, aproveito e ainda coloco comida no meio.

Como nasci e cresci no interior de São Paulo, ainda me assusto em perceber como os hábitos de pessoas que moram em cidade maiores estão enjaulados em edifícios, seja na própria área de recreação de prédios ou shoppings. Apesar de compreender a questão da violência, não parece muito natural habitar uma cidade sem ocupa-la; conhecer seus pontos históricos ou aproveitar a sombra de alguma árvore.

Talvez o maior ponto de decisão de não cogitarmos morar numa cidade maior seja o conhecimento de que seremos mastigados pela rotina caótica das “cidades grandes”.

Mas mesmo para pessoas ocupadas, piquenique sempre é algo bom, já que com as receitas certas é fácil preparar algum lanche saudável e ainda passar o dia na beira de um rio ou parque. E sem desculpas, existe algum lugar verde, nem que seja a praça do bairro, perto de você.

1
Continue reading